Psicologia da Saúde: O que é e o que faz?

Todo mundo sabe que o psicólogo tem um papel muito importante na saúde. Mas não é só na saúde individual, na questão do consultório, relação terapeuta-paciente, cura pela fala e etc. O Psicólogo também tem grande importância em serviços de saúde, seja privado ou na saúde pública. Por isso resolvemos falar um pouco sobre a Psicologia da Saúde com vocês. O post de hoje foi uma colaboração do Psicologia Para Curiosos com a Psicóloga Vanessa Fidelis Brambilla.

 

O Psicólogo e sua atuação na saúde pública

            Durante muitos anos a área da saúde foi vista como um campo exclusivo da atuação médica. Nesta época, o ser humano era visto de maneira orgânica/biológica e a saúde era pensada apenas como a “ausência de doença”.

No final da década de 1970, com o objetivo de trazer mais humanização para os atendimentos e devido as constantes transformações que a sociedade estava sofrendo, a Psicologia começou a ganhar espaço dentro da área da saúde e o psicólogo passou a atuar nesta área. Assim, a visão orgânica atribuída ao Homem muda e ele passa a ser visto como um ser biopsicossocial, ou seja, deve ser compreendido como um ser com aspectos biológicos, psicológicos e sociais.

A partir deste momento, o psicólogo, que até então trabalhava com o modelo clínico, passa a atuar em serviços tanto públicos quanto privados de saúde. Para isto, este profissional precisou repensar sua prática e seu saber e reinventar sua atuação.

 

Psicologia da Saúde

Devido a este novo campo de atuação surgiu então a Psicologia da Saúde. A Psicologia da saúde busca então compreender a função que os aspectos psicológicos possuem sobre a manutenção da saúde do indivíduo e, também, sua função no desenvolvimento das doenças e seus comportamentos associados. Desta maneira, a principal função da Psicologia da Saúde é entender, por meio de intervenções psicológicas, como promover uma melhora do bem-estar tanto do indivíduo como da sociedade.

Assim, o psicólogo que atua na área da saúde possui como função, através das intervenções psicológicas, manter e promover a saúde do ser humano, prevenir e tratar as doenças e realizar diagnósticos relacionados à saúde, doenças e disfunções.

Quando pensamos na atuação do psicólogo da saúde logo nos vem à mente os hospitais. Mas, apesar do hospital ser um espaço extremamente importante de atuação deste profissional, este não é o único serviço vinculado à saúde que o psicólogo pode atuar. Além dos hospitais, o psicólogo tem a possibilidade de realizar o seu saber em diversos serviços de saúde públicos como, por exemplo: Unidades Básicas de Saúde (UBS), Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Programas de Saúde da Família (PSF´s), pronto socorro, ambulatórios, etc.

Considerando estes campos de atuação, nota-se que o psicólogo se encontra presente nos três níveis de atenção preconizados pelo SUS (Sistema Único de Saúde): baixa complexidade, média complexidade e alta complexidade. Esta profissão ao longo dos anos começou a ganhar espaço e atualmente o psicólogo é visto como fundamental para o desenvolvimento do trabalho na saúde e para o atendimento das pessoas nos mais diversos serviços.

            Nestes serviços de saúde, além do psicólogo trabalhar com o paciente, é extremamente importante que ocorra uma intervenção que envolva a família deste paciente e, também, os profissionais envolvidos nos casos. É importante que haja este olhar não apenas para o paciente, mas também para todas as outras pessoas envolvidas, pois quando falamos do processo saúde-doença estamos lidando com diversos sentimentos como: angústias, medos, sofrimento, impotência, aceitação, etc, e acolher todos estes sentimentos é uma das funções fundamentais do Psicólogo na Saúde.

            A prática do psicólogo da saúde, portanto, está presente em ambientes que buscam enfocar a saúde física e mental tanto do indivíduo quanto da coletividade. Além disso, fazer Psicologia da Saúde é trabalhar em conjunto e atuar de maneira multiprofissional buscando ver o ser humano de maneira biopsicossocial, prevenindo, assim, doenças e promovendo saúde.

 

TEXTO EM PARCEIRA COM:

Vanessa Fidelis Brambilla – CRP 06/125174

Psicóloga graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Atualmente atua na área da assistência como Psicóloga e na área da saúde como Psicóloga Clínica.

Contato: vanessafbrambilla@gmail.com

 

Referências

ALMEIDA, Raquel Ayres de; MALAGRIS, Lucia Emmanoel Novaes. A prática da psicologia da saúde. Rev. SBPH,  Rio de Janeiro ,  v. 14, n. 2, p. 183-202, dez.  2011.

SOBROSA, Gênesis Marimar Rodrigues et al. The Development of Health Psychology from the Construction of Public Health in Brazil. Revista de Psicologia da IMED, v. 6, n. 1, p. 4-9, 2014.

Sobre a autora

Priscilla Figueiredo

Priscilla Figueiredo é Psicóloga de orientação Psicanalítica graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas e atua na área da saúde como psicóloga clínica. Para disseminar seu conhecimento, criou o Psicologia Para Curiosos e escreve artigos regularmente aqui no site.

Deixe seu comentario